Otimização de espaços: Como deixar as salas de jantar e de estar integradas

Olá, tudo bem? Integrar ambientes é uma ótima maneira de ampliar espaços, a iluminação e também a circulação de ar. E quando se pensa numa sala de jantar integrada com a sala de estar, aumenta-se também a comunicação entre as pessoas e quebra-se a formalidade.

Para fazer essa integração o morador precisa padronizar a decoração das salas. Não fica bem integrar uma sala de jantar clássica com uma sala de estar mais descolada. Os ambientes precisam conversar e levar os familiares e as visitas a fazerem o mesmo.

Outro ponto importante é que a integração não pode tirar a identidade de cada cômodo. A sala de jantar continua pedindo uma luz mais direta e um visual mais clean, enquanto a sala de estar pede um tapete, objetos de decoração e iluminação pontual e indireta.

A disposição dos móveis da sala de jantar com estar depende do espaço disponível e também do perfil do morador. É possível, por exemplo, “criar” uma divisória para a sala usando as costas do sofá. Mas se o objetivo é ampliar os ambientes, uma dica é posicionar o sofá de lado para melhorar ainda mais o espaço para circulação.

Dúvidas sobre obras e reformas? Consulte-me:
Luiza Burkinski – Arquiteta
arquitetura@luizaburkinski.com.br
Fones: (11) 2768-7886 / (11) 99379-7886 / (11) 7741-9361

Crédito da imagem: Houzz

Otimização de espaços: Como deixar as salas de jantar e de estar integradas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.