Vitrais Religiosos

decoracao10
Vitrais para decoração
25 de setembro de 2017
fatri-001
Futura Faculdade Keppe & Pacheco
12 de dezembro de 2016

Vitrais Religiosos

religioso09
Arte milenar, os vitrais sempre encantaram os artistas e os amantes das artes por serem uma “pintura” luminosa e transparente, com o poder de captar a luz, de transmitir uma enorme espiritualidade e de se integrar na arquitetura. Desde a sua origem baseiam-se em 3 elementos: na luz, na cor e no vidro. A luz, frequentemente associada a Deus, é conhecimento, vida, caminho. A cor, proveniente da luz, é dividida em cores quentes e frias, e o simbolismo delas é encontrado em todas as culturas, religiões, cultos, liturgias, variando um pouco de povo para povo. E o vidro através dos tempos tem sido o símbolo de espiritualidade através da transparência da luz. A partir do século XIX é que o vitral, sem deixar o caráter temático religioso, passa a ser utilizado também nas residências para efeito decorativo. Hoje o desenvolvimento de novas tecnologias permite ao vidro ocupar um lugar de destaque, manifestando-se como um material de inúmeras aplicações, cada vez mais utilizado em todas as atividades e empreendimentos que significam beleza modernidade e inovação. Modernamente, valorizando a tradição, arte, autenticidade e qualidade, o vitral pode ser adaptado a um tema de qualquer artista atual ou anterior. Pode ser colorido ou incolor de acordo com o contexto geral de cada ambiente e pode ser utilizado em divisórias, tetos falsos, janelas, clarabóias, portas de armário, tampos de mesa assim como em objetos decorativos, como abajures, relógios, caixas, mosaicos, enfeites etc, visando soluções criativas e decorativas através do vidro e, sempre, da luz.
religioso11
religioso10
religioso09
religioso08
religioso07
religioso04
religioso13
religioso12
religioso15
religioso16
religioso03
religioso06
religioso01
religioso18
religioso17
religioso20

Arte milenar, os vitrais sempre encantaram os artistas e os amantes das artes por serem uma “pintura” luminosa e transparente, com o poder de captar a luz, de transmitir uma enorme espiritualidade e de se integrar na arquitetura.